DVA

A DVA é a Demonstração do Valor Adicionado. Essa nova demonstração tem o objetivo de demonstrar a riqueza gerada pelas entidades e sua distribuição entre funcionários, governo, acionistas e credores.


Somente as companhias abertas são obrigado as publicar a DVA.

O CPC 09:

Objetivos:
1. O objetivo deste Pronunciamento Técnico é estabelecer critérios para elaboração e apresentação da Demonstração do Valor Adicionado (DVA), a qual representa um dos elementos componentes do Balanço Social e tem por finalidade evidenciar a riqueza criada pela entidade e sua distribuição, durante determinado período.
2. Sua elaboração deve levar em conta o Pronunciamento Conceitual Básico do CPC intitulado Estrutura Conceitual Básica para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis, e seus dados, em sua grande maioria, são obtidos principalmente a partir da Demonstração do Resultado.

Alcance e Apresentação
3. A entidade deve elaborar a DVA e apresentá-la como parte integrante das suas demonstrações contábeis divulgadas ao final de cada exercício social.
4. A elaboração da DVA consolidada deve basear-se nas demonstrações consolidadas e evidenciar a participação dos sócios não controladores conforme o modelo anexo.
5. A DVA deve proporcionar aos usuários das demonstrações contábeis informações relativas à riqueza criada pela entidade em determinado período e a forma como tais
riquezas foram distribuídas.
6. A distribuição da riqueza criada deve ser detalhada, minimamente, da seguinte forma:
(a) pessoal e encargos;
(b) impostos, taxas e contribuições;
(c) juros e aluguéis;
(d) juros sobre o capital próprio (JCP) e dividendos;
(e) lucros retidos/prejuízos do exercício.
7. As entidades mercantis (comerciais e industriais) e prestadoras de serviços devem utilizar o Modelo I, aplicável às empresas em geral, enquanto que para atividades específicas, tais como atividades de intermediação financeira instituições financeiras bancárias) e de seguros, devem ser utilizados os modelos específicos (II e III) incluídos neste Pronunciamento.

8. Os itens mínimos do modelo para as entidades mercantis (empresas em geral) estão
apresentados na seqüência, e o modelo propriamente dito está ao final deste
Pronunciamento.O Pronunciamento Técnico CPC 09 Demonstração do Valor Adicionado, transcrito abaixo, contém todas as diretrizes para elaboração da DVA,bem como exemplos.

O texto integral da CPC 09 pode ser encontrado em: http://www.ifrsonline.com.br/pdf/CPC_09n.pdf

About these ads

6 respostas para DVA

  1. Carla Lima disse:

    sou estudante do 4º período de ciências contábeis e gostaria de receber um modelo de estrutura do dva na lei 11638/07

  2. Maria Vera Martins disse:

    Boa tarde,

    sou estudante do 4º período de ciências contábeis e gostaria de receber um modelo de estrutura do dva na de conforme CPC/2009.

    Atenciosamente,
    Maria Vera

  3. Carlos Roberto de A. Ferraz disse:

    Sou estudante de Ciências Contábeis, 3ºperíodo e gostaria de receber artigos sobre as principais diferenças das IFRS e as normas brasileiras.
    Att.
    Carlos Ferraz

  4. Orineide Silva disse:

    Bom dia,

    Sou estudante de ciências contábeis, 8º período e gostaria de receber artigos que possam esclarecer minhas duvidas sobre as mudanças que o leasing financeiro e o leasing operacional sofreram com o IFRS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: